Liberado recursos para licitação de projetos visando recuperação de eclusas no Rio Jacuí

Depois da afirmação do Secretário Estadual de Governança e Gestão Estratégica, Cláudio Gastal  de que a volta da navegabilidade do Jacuí é prioridade para o governo Eduardo Leite veio a confirmação em sua fala em 21 de outubro, na Câmara de Comércio Indústria e Serviços de Cachoeira do Sul, onde frisou que o estado vai usar PPPs para isto, citando inclusive o BNDES. Agora, em articulação com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, DNIT, o senador Luiz Carlos Heinze e o deputado Adolfo Brito conseguiram a liberação das licitações para o desenvolvimento de projetos de recuperação das hidrovias gaúchas.

Nesta semana o senador anunciou que, através do (DNIT), conseguiu da Administração das Hidrovias do Sul (AHSUL), a liberar licitações para o desenvolvimento de projetos de recuperação das hidrovias gaúchas. As empresas vencedoras irão elaborar projetos para eclusas Anel de Dom Marco em Rio Pardo, Fandango em Cachoeira do Sul, Amarópolis em General Câmara e Bom Retiro em Bom Retiro do Sul.

Construídas entre os anos 50 e 70, todas necessitam de modernização e reparos. São em torno de 1.200 km de hidrovias sobre os rios Jacuí e Taquari.  E 600 km delas tem quatro eclusas:

Para a Barragem do Fandango, em Cachoeira, obra concluída em 1958, foram empenhados R$ 952 mil para fazer o projeto. Já para a Barragem Eclusa Dom Marco, em Rio Pardo, que foi concluída em 1972, foi destinado o valor de R$ 1,18 milhão para o mesmo fim. Foram empenhados R$ 2,3 milhões para a Eclusa de Amarópolis (concluída em 1974) em General Câmara e R$ 1,11 milhão para  a Eclusa de Bom Retiro em Bom Retiro do Sul, construída em 1958.

    ATENÇÃO:

  • O nome da empresa ou das empresas que farão os projetos serão conhecidos nos próximos dias.
  • O deputado Adolfo Brito está acompanhando todos os passos sobre a hidrovia tanto em âmbito estadual como federal.

Comente este artigo..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *