Após decisão do STF o primeiro preso a ser solto no País, é Lula

O juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara de Execuções Penais de Curitiba, autorizou a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está detido desde abril de 2018 na Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba. Por ocorrer devido a uma decisão do Supremo, o juiz de primeira instância não tem competência para rejeitar o pedido.

O pedido foi protocolado pela defesa na manhã desta sexta-feira (8). Na quinta-feira (7), o Supremo Tribunal Federal (STF), por 6 votos a 5, derrubou a execução antecipada da pena após decisão em segunda instância

Lula foi condenado pelo ex-juiz e hoje ministro da Justiça, Sergio Moro, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá. As condenações foram confirmadas pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) e pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Enquanto isso, tramita no STF um pedido da defesa para anular a condenação, alegando suspeição de Moro.

O ex-presidente deve sair de Curitiba na noite desta sexta-feira (8) e ir para São Bernardo do Campo, em São Paulo, no sábado (9).

Lula é o primeiro preso condenado a ser solto no País, após a decisão de quinta-feira do STF

Comente este artigo..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *