Governador recebe minuta de projeto para instituir política de fomento ao etanol

Em reunião no Palácio Piratini, na manhã desta quinta-feira (7/11), o governador Eduardo Leite recebeu da Frente Parlamentar do Proetanol da Assembleia Legislativa a minuta de um projeto de lei para instituir a política pública de fomento à cadeia produtiva de etanol no Rio Grande do Sul.

“Reconhecemos a importância dessa política para o Estado e, por isso, recebemos com muita alegria essa minuta. Nos comprometemos a fazer uma análise célere e adequada, para podermos, o mais breve possível, encaminhar o projeto. Acreditamos que uma maior produção de etanol pode gerar riqueza, empregos e desenvolvimento para o RS, além de arrecadar os impostos que hoje estamos exportando”, afirmou Leite.

De acordo com o deputado Elton Weber, presidente da frente parlamentar, a produção gaúcha de etanol limita-se a 0,1% do consumo estadual de 1,5 bilhão de litros ao ano. Com isso, cerca de R$ 1 bilhão em impostos vão para outros Estados. Além disso, a produção está baseada na cana-de-açúcar, mas poderia vir de grãos e tubérculos.

Um grupo de trabalho formado pelas secretarias da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), da Fazenda (Sefaz) e de Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) já está estudando o cenário gaúcho para avaliar de que forma o Estado pode estimular a cadeia produtiva.

Comente este artigo..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *