Servidores do SAMU de Cachoeira querem adicional de risco de vida de 50%

O prefeito em exercício, Cleber Cardoso, recebeu nesta tarde os profissionais da Secretaria da Saúde que trabalham no SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. A equipe, composta por enfermeiros, técnicos em enfermagem/auxiliares e motoristas, solicitou a elaboração de um projeto de lei que cria uma gratificação para adicional de risco de vida aos servidores da Secretaria em atividade no SAMU. O adicional de risco de vida é de 50% sobre o salário bruto de cada categoria profissional e se justifica pela atuação dos profissionais em acidentes de trânsito, surtos psicóticos, atendimento em cenas de desastres e a pacientes portadores de doenças contagiosas, além do atendimento em rodovias, onde estão expostos ao risco de acidentes.

Conforme afirmou o prefeito em exercício, o Governo fará sua parte para que os profissionais recebam a gratificação. “É uma reivindicação muito justa, pois estamos falando de profissionais que arriscam suas vidas pelas vidas de outras pessoas”, declarou Cleber. Depois de ter o impacto financeiro calculado pela Secretaria da Fazenda, o projeto sairá da Secretaria de Governo e passará pela Procuradoria Jurídica para ser enviado à votação na Câmara de Vereadores. O recurso para pagamento da gratificação virá de verba específica do SAMU.

Comente este artigo..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *