RGE investe R$ 22,3 milhões em 21 projetos de eficiência energética. Cachoeira foi beneficiada

A RGE, distribuidora do Grupo CPFL Energia, selecionou 21 projetos de eficiência energética no âmbito da Chamada Pública de Projetos 2019. A empresa vai destinar R$ 22,3 milhões em iniciativas de eficientização do consumo de energia elétrica de instituições de ensino superior, hospitais e iluminação pública nos municípios de Vespasiano Corrêa, Bento Gonçalves, Estrela, Carlos Barbosa, Sapucaia do Sul, Ivoti, Lajeado, Arroio do Meio, Canoas, Cerro Largo, São Sebastião do Caí, Passo Fundo, São Leopoldo, Nova Santa Rita, Cachoeira do Sul, Roca Sales e Muçum. Há mais de um projeto aprovado por município.

A expectativa é que os projetos da RGE proporcionem uma economia anual de 8.313 MWh de energia. Em todo o Grupo CPFL, os projetos selecionados na Chamada Pública deverão gerar uma economia de 19.678 MWh/ano de energia, equivalente ao consumo anual de, aproximadamente, 8.200 residências. Além de contribuir para reduzir a conta de luz dos clientes contemplados na chamada pública, a iniciativa também contribui para o meio ambiente por evitar uma maior emissão de gás carbônico na atmosfera.

A Chamada Pública de Projetos 2019 da RGE é financiada com recursos do Programa de Eficiência Energética (PEE), iniciativa da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Entre os contemplados no projeto estão as prefeituras de Vespasiano Corrêa, Lajeado, Arroio do Meio, Estrela, Roca Sales, Muçum, Nonoai, Cachoeira do Sul e Cerro Largo. Também o Colégio Martin Luther, Associação Cultural e Beneficente Nova Lourdes, Associação Evangélica de Ensino, Colégio Maria Auxiliadora, Fundação Universidade de Caxias do Sul, Associação Hospitalar Beneficente São Vicente, Associação Antônio Vieira, Associação Notre Dame, Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do RS.

 

“O Programa de Eficiência Energética, por financiar 100% do investimento para o cliente, é uma grande vantagem para os participantes, já que proporciona uma redução na conta de luz sem a necessidade de desembolso de recursos próprios. Além disso, estimula empresas e órgãos públicos a desenvolver uma relação mais consciente com o consumo de energia”, afirma o gerente de Eficiência Energética da CPFL Energia, Felipe Henrique Zaia.

Chamada Pública de Projetos 2019 do Programa de Eficiência Energética

As quatro distribuidoras da CPFL Energia realizaram a Chamada Pública de Projetos 2019. Ao todo, a CPFL Paulista (SP), a CPFL Piratininga (SP), a CPFL Santa Cruz (SP) e a RGE (RS) irão investir R$ 44.201.251 em 39 projetos nas classes industrial, residencial, comercial, poder público e iluminação pública.

Entre os projetos que puderam ser submetidos no âmbito da Chamada Pública de Projetos 2019 estão a troca de equipamentos por modelos mais eficientes, modernização de sistemas motrizes, instalação de aquecedores solares, colocação de sistemas fotovoltaicos, modernização de sistemas de iluminação e refrigeração, entre outros.

As distribuidoras do Grupo realizaram a análise dos projetos apresentados em quatro fases: documental (análise dos documentos solicitados), técnica (avaliação da viabilidade do projeto), compliance (avaliação do cliente sob a ótica das leis anticorrupção) e ranking (pontuação e classificação dos projetos). O resultado da Chamada Pública de Projetos 2019 foi publicado no site da CPFL (http://www.cpfl.com.br/​) e, em seguida, serão assinados os contratos com os clientes que elaboraram os projetos aprovados.

Comente este artigo..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *