Festejos Farroupilha exigem cuidados redobrados com saúde de equinos

Considerado um dos símbolos do tradicionalismo, o aumento da circulação de equinos por conta da Semana Farroupilha no Estado também implica em atenção redobrada com o bem estar do animal. O Sindicato dos Médicos Veterinários no Estado do Rio Grande do Sul (Simvet/RS) reforça alguns cuidados aos criadores, veterinários e usuários para que os festejos não prejudiquem a qualidade e integridade dos exemplares utilizados em ambientes de aglomerações.

Para o diretor do Simvet/RS, João Pereira Júnior, o primeiro cuidado é verificar as informações do evento que pretende-se participar com o animal. “É muito importante certificar-se previamente de que trata-se de um festejo cadastrado e regularizado, com a presença de um médico veterinário responsável. Essa cautela é necessária para evitar a exposição com equinos clandestinos com riscos de contaminação de doenças como o mormo”, alerta.

A manutenção da saúde dos exemplares nesse período também deve ser observada com dedicação aumentada antes dos festejos. “Deve-se ficar atento à hidratação dos cavalos, não deixá-los beber água de locais onde outros animais saciam a sede e nem alimentá-los em cochos comunitários”, orienta o diretor do Simvet/RS. Ele também indica que não ocorram alterações súbitas na dieta administrada e nem exercício demasiado se o animal não estiver condicionado.

O diretor do Simvet/RS destaca ainda a importância da apresentação do exame de Anemia Infecciosa Equina (AIE), exame de Mormo, carteira de vacinação contra Influenza Equina (ou atestado sanitário) e a Guia de Trânsito Animal (GTA).

Comente este artigo..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *