UFSM suspende suco nos restaurantes universitários para economizar. Medida não atinge RU de Cachoeira

Para cortar gastos, os três restaurantes universitários (RUs) do Campus da UFSM  de Santa Maria vão deixar de servir sucos nas refeições a partir desta segunda-feira (19). O serviço de fornecimento da bebida, que é terceirizado, custa R$ 800 mil por ano à instituição. Segundo a UFSM, a medida visa a minimizar os custos da universidade frente aos recentes cortes de repasses feitos pelo governo federal. Neste ano, a instituição deve receber R$ 46 milhões a menos do que o previsto.

O pró-reitor de assuntos estudantis, Clayton Hillig, explica que a medida é necessária, já que o funcionamento dos restaurantes depende dos recursos da universidade. Atualmente, os RUs têm um custo de R$ 20 milhões ao ano para servir 2 milhões de pratos.

A medida, segundo o Diretor  da UFSM de Cachoeira, Rogério Brites não atinge por enquanto o Restaurante Universitário de Cachoeira.

O almoço no restaurante universitário custa R$ 2,50. Servidores pagam R$ 9,70 e alunos com benefício socioeconômico não pagam.

2 comentários em “UFSM suspende suco nos restaurantes universitários para economizar. Medida não atinge RU de Cachoeira

  • 21 de agosto de 2019 em 13:31
    Permalink

    A UFSM deveria ter um projeto em que os bixos ao invés de se embebedarem e sairem cantando musiquinhas fulas pela cidade, plantasem árvores frutíferas no campus, espaço não falta, teriam frutas para o suco e para os pássaros. Auto-suficiência .

  • 19 de agosto de 2019 em 18:28
    Permalink

    Nessa faculdade não pode cortar a maconha senão vai ter protesto

Fechado para comentários.