Igrejas Evangélicas Pentecostais devem buscar qualificação teológica para atender fiéis, diz encontro realizado em Cachoeira

Uma igreja viva, forte e atuante em todos os segmentos da sociedade moderna, visando o desenvolvimento humano a partir do princípio da fé plena em Jesus Cristo. Esta é a posição firmada durante o 36° Congresso da Convenção das Assembleias de Deus do Rio Grande do Sul (CADERS), realizado neste final de semana (17 e 18), em Cachoeira do Sul.

Para atingir este objetivo é necessário investir na formação teológica de pastores e de todas as pessoas envolvidas no processo de evangelização que atuam nas igrejas.

A formação amplia o conhecimento e permite que se possa ministrar a palavra de Deus de forma mais didática, a fim de que os fiéis possam compreender a mensagem e entender os testemunhos de fé relatados nos cultos.

“O povo vai à igreja acompanhar o culto para ouvir a palavra de fé que o pastor prega, a partir da Bíblia, por isso, é importante a formação e o conhecimento apurado do ministro, a fim de que a mensagem fique clara.”

A observação é do pastor André Nascimento, coordenador do Curso de Teologia à Distância da CADERS.

Atuando em Palhoça, SC, Nascimento veio especialmente para participar da cerimônia de formatura dos 31 alunos do Seminário de Estudo Teológico CADERS (27 gaúchos e quatro catarinenses). Eles concluíram o curso e junho último depois de 12 meses de estudos.

Para o presidente da CADERS, pastor Davi Isaías Lopes Severino, a direção apontada pelos participantes do Congresso, é bem clara reafirmando o compromisso que todos os pastores têm em levar a palavra de Deus às comunidades.

“A qualificação fortalece a igreja que fica mais viva atuando nas comunidades que compreendem a mensagem divina e buscam uma vida melhor marcada pelo sucesso e prosperidade com a bênção de Deus”, explica Davi.

Desde que o Brasil se tornou um Estado laico (sem religião oficial definida) aumentou consideravelmente o número de evangélicos, bem como surgiram inúmeras igrejas pentecostais, conforme dados apontados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Conforme o último censo realizado pelo IBGE, em 2010, havia cerca de 42,3 milhões de evangélicos no país, ou 22,2% da população brasileira.

A expectativa é de que os resultados da próxima pesquisa populacional, que será realizada em 2020, aponte considerável aumento no número de evangélicos.

Em resposta a este crescimento se faz necessário que cada vez mais pastores, presbíteros, obreiros e demais membros das comunidades que trabalham na evangelização se preparem de forma consciente atendendo as expectativas dos fiéis.

 

CONSAGRAÇÃO

Outro momento importante do Congresso foi a consagração de 36 membros de igrejas filiadas à CADERS.

Eles foram indicados para assumir os postos de pastores, presbíteros, obreiros, diáconos e missionários e vão atuar diretamente em suas comunidades evangélicas pentecostais.

Um almoço de confraternização encerrou as atividades do 36° Congresso da Convenção das Assembleias de Deus do Rio Grande do Sul (CADERS). A próxima edição acontecerá nos dias 15 e 16 de fevereiro de 2020, em Novo Hamburgo, região metropolitana de Porto Alegre.

Comente este artigo..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *